vida de imigrante

2 anos de Holanda

Em agosto completei 2 anos morando na Holanda. Confesso que esqueci e só agora parei para pensar no assunto e esse esquecimento em si mesmo me fez refletir.

A verdade é que depois de um tempo estar aqui se tornou meu novo normal. Não sei bem quando aconteceu, só sei que de repente as casas bonitinhas viraram norma, sair de bicicleta também, e reclamar dos trens virou algo rotineiro.

A gente se adapta, às vezes mais rápido do que imaginava. Eu fico até sem jeito de escrever isso, porque não é por falta de amor pelo o que deixei pra trás, mas hoje em dia estar aqui é simplesmente… normal. Essa outra dimensão agora é a minha dimensão.

Estou em casa, mesmo sem nunca realmente ser holandesa. Claro que sempre vai ter um certo estranhamento, referências faltando, piadas que nunca vão ser entendidas. Mas também tem coisas que com as quais me sinto muito mais confortável aqui. Quem me conheceu no Brasil sabe que eu poderia ser considerada grossa pelo meu jeito direto de ser – aqui isso é normal. Que eu já curtia frio e chuva, e posso dizer que isso não me falta mais. Que sempre cheguei no horário ou até adiantada, e agora adoro não ter que esperar por ninguém.

Em 2 anos conquistei algumas coisas, mas outras estão demorando mais do que imaginava. O holandês é uma língua difícil, e eu sou uma estudante não tão dedicada como gostaria. Ainda não tenho minha carteira de motorista daqui, por falta de tempo, por ser cara e até por preguiça. Mas já tenho amigos “antigos”, rotina, lugares favoritos. Sei como chegar nos lugares, carrego as compras na bicicleta sem problemas. Tenho amigos holandeses, com quem posso reclamar do tempo e do almoço que é duas fatias de pão e uma de queijo (true story).

É um alívio ver que me acostumei com as coisas, mesmo que isso signifique que aquela curiosidade quase infantil por tudo está desaparecendo. É um alívio que tem uma dorzinha no fundo, de saber que eu nunca mais vou ser quem eu era antes de deixar meu país. Em saber que quando eu visitar a minha terra eu provavelmente vou estar desconfortável lá, desacostumada com as coisas mais banais.

Que estando lá, vou estar com saudades de casa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s